segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

O jovem de Barba grande




O jovem homem de barba grandes , pela rua caminha em busca de algo , cabelos negros , pele morena e olhar quebrado...ele apenas caminha, a cada passo deixado no chão um pensamento é solto no ar , coisa que aconteceram, coisas que acontecem e coisas que acontecerão.
As crianças nas ruas o observam com medo, os amigos com desdém , os de almas nobres o observam com grande admiração e as mulheres com ASCO , e ele indiferente a tudo , apenas continua a caminhar. No coração a nobreza, na mente milhões de idéias e no bolso poucas notas que logo serão trocadas por uns cigarros.
O jovem de barba grande , sempre maldito , não conversa com ninguém , não por escolha o problema é que as pessoas não se propõem a dialogar

Enzo de marco

6 comentários:

jorginho da hora disse...

O dia tem 24 horas. Uma parte desse tempo as pessoas usam para sedusir e a outra para maquinar formas de sedução. Não sobra muito tempo para o dialogo propriamente dito.

Vassago disse...

é isso...
...SÓ ABRIMOS A BOCA PRA COMER & RIR...
QUANDO NÃO TAMBEM ESCARRAMOS PALAVRAS CARREGADAS DE ODIO NAZISTA NA CARA DO JOVEM DE BARBA GRANDE...
"OLHA QUE CHORÃO DESGRAÇADO HAHAHAHA..."

Beatriz disse...

textos que fluem... adoro isso! :)

Rafael de Medeiros disse...

Somos filhos de Caim marcados a ferro e fogo nas frontes. Não sabemos os jogos misteriosos da sociabilidade, da etiqueta. Nem sempresabemos o que dizer, quando dizer, onde meter as mãos, onde meter os olhos, onde meter-nos. Somos legitimas crias de caim meu bom enzo, lobos da estepe, desajustados, pessoas invisíveis. E um tanro masoquistas, pois vira e mexe estamos em nossas alcovas sorvendo venenos literários e musicais a largos tragos. Força sempre Grande Amigo!!!

jorginho da hora disse...

Gustavo, estou passando aqui só prá te desejar um feliz natal!

Gustavo disse...

coisa de butchú comentar essas coisas