sexta-feira, 4 de setembro de 2009

SMS urgente para minha Solidão






São 3:00 h da madrugada, pego meu celular e tento expressar todo o meu sentimento em meras 3 palavras:

- Preciso de você - Ass. Tom

Digito e a duvida aperta a minha alma , será que ela vai gosta? Será que vai me achar um tolo? Será que vai me odiar. Conseqüentemente me recordo da primeira vez que via Betanhia, uma mulher linda, cerca de 1, 70, pele branca e cabelo longo e escuro, uma mulher altiva de olhos extremamente profundos roubo-me o coração.
Trabalhamos juntos numa repartição publica estadual, Tímido como sempre, mal conseguia olhar nos olhos dela, muito menos chegar próximo. Numa desses almoços coletivos que o pessoal do trabalho costuma fazer, pois foi na garagem do trabalho que traçamos as primeiras palavras. Ah! Meu Deus quase morri do coração, Jonas uma grande amigo do trabalho que sugeriu que ela fosse no meu carro, pois o dela estava na revisão apertamos as nossas mãos e nos beijamos no rosto, conversamos pequenas bobagens porém no mais trocavamos apenas alguns monossílabos . Chegamos no restaurantes junto com o grupo todo não sempre olhava para ela e percebia que as vezes pegava ela olhando para mim , no entanto fomos absorvido pelo clima de descontração que nos rodava terminamos e voltamos para o trabalho , cheguei a oferecer uma carona para ela , mais ela não aceitou e disse que já tinha conseguido com uma outra amiga fiquei muito triste e falei que gostaria muito que fosse comigo, ela muito gentilmente me falou que terão outras oportunidade.
Cheguei na minha casa e não parei mais de pensar em Betanhia. Tomo banho, coloco um blues, pego um dos melhores charutos e alimento minha única companheira Maria (minha tartaruga) , ao som da Janis abro uma garrafa de vinho , para tentar amenizar o vazio que sinto no peito ....
São 3:00 h da madrugada, pego meu celular e tento expressar todo o meu sentimento em meras 3 palavras:

-Preciso de você - Ass. Tom

Aperto Enviar e fico esperando anciosamente uma resposta... Que não vem extremamente, decepcionado pego no sono ali mesmo no sofá , acompanhado de uma pequena tartaruga uma taça de vinho e a velha Janis Cantando MAYBE ...
Enzo de marco

6 comentários:

Algo alem... disse...

Quem nunca passou por esta situação, que atirea primeira pedra!
Parabens, seu texto extemamente original.

jorginho da hora disse...

Falar das coisas corriqueiras da vida das quais todos acabam se identificando em algum ponto, como no caso deste texto é que é o meu barato.

Aquele abraço !

Pregos Abstratos disse...

E aí caro Enzo! Fiquei uma cara sem poder acessar a internet, mas to aí na bagaça novamente, hehehe. Adiciona aí esse brógui na tua lista, ou não...hehehe

Abrasss!!!

gilson figueiredo disse...

fiz uns ajustes nesse texto. para onde envio?

Pregos Abstratos disse...

Sim, caro amigo, precisamos mandar umas geladas para a mente juntos! Um forte abraço cainita.

Lugana Olaiá disse...

Fiquei curiosa, qual foi o resultado deste dilema? Parece o recorte de um belo romance. Beijos!